Associação de futebol da Central Flórida dá aulas de futebol e procura novos talentos

0
708

Orlando foi escolhida por inúmeros jogadores profissionais brasileiros pela sua tranquilidade e clima tropical. Entre os craques que aqui residem, vale destacar Bosco (goleiro do São Paulo), Leandro Amaral (Vasco da Gama), André Santos (ex-jogador do Flamengo) e André Lima (ex-jogador do Grêmio e do Botafogo).

Este último passou uma temporada em Orlando jogando como artilheiro no time da Associação Brasileira da Flórida Central, o Orlando Strikers – com uma excelente média de dois gols por partida.

O time, que representa a comunidade brasileira, é campeão do primeiro turno da Central Florida Soccer Ligue, que acontece de seis em seis meses e conta com a participação de 50 times de diversas nacionalidades e categorias.

O segundo turno do campeonato teve início no dia 1º de fevereiro, e o time já começou com uma vitória. O goleador André Lima se despediu no último mês, após ser contratado pelo Havaí de Santa Catarina – time da primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Profissionalmente – e pessoalmente – muito talentoso, além de um grande companheiro, o jogador já deixa saudades.

Como coach do Orlando Strikers, falo em nome do time: “Obrigado! Desejamos muito sucesso a você, André Lima! Nossas portas estarão sempre abertas”.

A Associação Brasileira da Flórida Central começa o ano reiterando seu objetivo social, cultural e educacional. Para tanto, pretende criar um novo clube de soccer.

Podem se cadastrar crianças acima de 10 anos que desejam aprender os fundamentos do futebol. O objetivo é formar jogadores com disciplina e aptos a se tornarem profissionais.

Para isso, os jovens atletas precisam estar indo bem na escola e em casa.

 

Jair Júnior Pacheco é presidente da Associação Brasileira da Flórida Central, jogador de futebol e coach do Orlando Strikers