A caótica terra da Garoa – Um guia de soluções para a cidade de São Paulo

0
2305

Já foi o tempo em que alguma coisa acontecia em nossos corações quando cruzávamos a Ipiranga com a Av. São João.

Claro que a poesia de Caetano ainda nos emociona, mas a crua realidade nos toma de assalto, (sem nenhum trocadilho) escancarando os sérios e graves problemas da nossa querida cidade de São Paulo.

Os cidadãos de São Paulo elencam a educação, o transporte junto com trânsito e ruas esburacadas, o abastecimento de água e o paradox das enchentes, seguido finalmente pela falta de saneamento básico e a precária coleta de lixo.

Há muito para se fazer. Há tarefas hercúleas, com soluções complexas e que demandam vontade política, attitude e posicionamento de nossos novos governantes.

O que a sociedade clama é por governantes que entendam que os politicos são, na mais pura definição, servos dos moradores da cidade.  Que o foco do dia a dia do prefeito e do vereador seja o outro, seja o povo, sejam as pessoas que mais precisam, seja, afinal o respeito à pessoa e à vida.

Quem sabe, quase que em uma utopia juvenil, a gente passe a viver em uma São Paulo hoje existente apenas em nossos sonhos. Sonho embalado pela poesia concreta de tuas esquinas e pela melodia que nos permita resgatar aquele sentimento inexplicável a acontecer em nosso coração no cruzamento mais famoso da cidade. Infelizmente, por agora, isso não é a realidade da Terra da Garoa .
Considerando os mais recentes levantamentos, os problemas mais críticos de São Paulo seriam:

Corrupção

Doença crônica, epidêmica em nossa sociedade, esse câncer maligno já é metastático em São Paulo: Máfia dos fiscais, escândalo da merenda escolar e corruptores e corruptos em todos os níveis precisam ser punidos e banidos das intervenções públicas no munícipio. Nunca existiu ambiente tão favorável à extirpação da corrupção em todo nosso país. Abre-se uma janela de oportunidade hitórica para que o novo prefeito e os 55 vereadores elejam transpararência, lisura, respeito como características primordiais do governo.

Desemprego

A taxa de desemprego em São Paulo chega a ser o dobro da taxa de desempregados da Grande São Paulo e isso se dá  pela falta de qualificação. Há que se preparer as novas gerações para as novas demandas e novas habilidades, do que se entende hoje como competências e o que a cidade pode fazer é preparar melhor esses jovens antes de sairem em busca da vida profissional.

Saúde Pública

UBS, AMAs, SUS, UPAs, quase um alfabeto completo que não só confunde o cidadão, mas principlamente não entrega o mínimo e básico nível de atendinento a saúde demandado pela população. O que se vê na cidade é um número insuficiente de leitos e demora para realizar exames comuns. A desorganização e a falta de comunicação entre as organizações das letrinhas e a equipe de saúde da família é um dos fatores que contribuem para que os prontos-socorros fiquem lotados. Tudo isso faz a saúde pública ser uma das maiores preocupações dos paulistanos.

Falta de Segurança

O problema da segurança pública é uma tarefa compartilhada, mas cada um tem que fazer sua parte e o município tem seu papel protaginsta. A cidade de São Paulo tem um alto número de furtos, roubos de veículos, tráfico de drogas e homicídios. A segurança pública é dever do governo estadual, mas o governo municipal pode ajudar cuidando melhor da iluminação, ruas limpas e calçadas que possobilitem o trânsito de pedestres, limpeza,  corte de gramas e matos das áreas mais isoladas, tornando a cidade mais habitável, devolvendo-a ao cidadão paulistano, como se a fazer do uso correto a própria defesa inibitória da violência na geração de maior segurança. A contribuição e  participação de Guarda Civil Metropolitana é primordial para inibir a ação da criminalidade e cooperar no alvo de termos uma cidade mais segura.

Difícil solução

A esperança está nas mãos dos próximos governantes.  Assista o vídeo abaixo e deixe sua opinião sobre a mensagem.

https://youtu.be/KknqpWyJ268