Trancoso, o “Queridinho” do Brasil

0
617

Trancoso, na Bahia, é hoje um dos destinos mais procurados por artistas nacionais e internacionais. Beyoncé, Ronaldo, Matthew McConaughey, o baixista do U2, Adam Clayton, e Steven Spielberg são alguns deles.

Mais do que beleza, Trancoso, distrito da cidade de Porto Seguro, transpira cultura. O mais novo point das celebridades era desconhecido até 1970, quando foi descoberto por hippies – mas já era povoado por uma aldeia jesuíta.

O cenário você já deve ter visto em uma das fotos postadas por artistas, como Beyoncé, em 2013. Estamos falando de um conjunto de casinhas coloridas – que são um charme – chamado “Quadrado”, com a igreja de São João Batista ao fundo e uma visão simplesmente maravilhosa para o mar.

Simples com infraestrutura

Apesar de tanta simplicidade, Trancoso é conhecido por ser um destino glamouroso e superbem estruturado para receber os turistas. Lá está instalado um dos hotéis da rede Club Mediterranée, fora tantos outros. Mas você tem outra opção que é ainda mais cara: alugar uma mansão e ficar mais à vontade com a família. A gastronomia… é de se imaginar que não deixa nada a desejar.

Quando a gente une comidinhas deliciosas e tradicionais a um ambiente aconchegante a céu aberto, não tem como não ser perfeito.

Respire fundo, pois as coisas boas de Trancoso não acabaram: você não perde por esperar as praias lindas que vai conhecer. Uma boa dica é ir caminhando até elas, passando uma por uma, entre um mergulho e outro.

A sugestão é começar pela praia dos Nativos, que é a mais próxima da vila, depois seguir pelo Rio da Barra, praia dos Coqueiros, Rio Verde, Itapororoca e Itaquena.

Belezas naturais

A maior garantia de todas é que o passeio é lindo, e, em algumas delas, você vai se deparar com espreguiçadeiras, sofás e boa música. Quem prefere ir dirigindo também consegue, seguindo por estradinhas de terra, mas vai ter dificuldades para parar o carro, pois não há estacionamentos por perto.

Quem vai para Trancoso em janeiro pega no dia 20 a Festa dos Padroeiros do local – São Sebastião e São Brás. O movimento começa já na véspera do dia e vara a noite com muita cantoria e forró.

O momento mais importante acontece no final da tarde, quando é feita a troca do mastro com a bandeira do santo, junto ao cruzeiro que fica em frente a Igreja.

Tem também outras datas comemorativas: é o caso da festa de Iemanjá, em fevereiro, das festas juninas durante o mês de junho, e, principalmente, o réveillon.

#todosqueremiratrancoso

Gabriela Ribeiro é jornalista e apaixonada por todo e qualquer cantinho do Brasil